O FUTURO DA HUMANIDE - REFLEXÕES






segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

0015 - ALGUMAS VERDADES SOBRE A DIVISÃO DO PARÁ:

O Pessoal do “SIM” foi muito ingênuo em pensar que o Plebiscito poderia ser favorável. Somente Belém com sua região metropolitana é suficiente para manter o “NÃO” já que tem maior número de eleitores do que o resto do Estado. Alguém pensou que o eleitor de Belém votaria no “SIM”? Se pensou, foi pura ingenuidade!

O Plebiscito foi uma estratégia dos políticos de Belém que há décadas vem mamando nas ricas tetas do Pará, para deixarem as coisas do jeito que estão, do jeito que eles querem, do jeito que eles gostam e do jeito que os favorece cada dia mais;

“O Pará é um Gigante que sofre de obesidade mórbida e a gordura que o imobiliza chama-se POLÍTICOS”. Mas, deixando a metáfora de lado: Não se pode manter, politicamente unidas por muito tempo, regiões que são, socialmente, economicamente e geograficamente separadas. A divisão é uma necessidade técnica além de política, assim, os dias do “NÃO“ estão contados;

Qual a solução? O VOTO e a mobilização popular. Somente a união maciça dos povos destas regiões e a eleição, exclusiva, de políticos locais e ou realmente comprometidos com a divisão poderá viabilizá-la a médio ou longo prazo.

Antonio ferreira rosa.

Nenhum comentário: