O FUTURO DA HUMANIDE - REFLEXÕES






terça-feira, 16 de outubro de 2012

0083 - RUMO AO CONHECIMENTO ABSOLUTO...


A ignorância escraviza o ser humano até o encontro com o conhecimento. A partir daí, mesmo lentamente o conhecimento expulsa a ignorância gerando o saber. E, assim, nasce a independência que dá a liberdade;  esta, por sua vez, ávida por avançar, busca novos conhecimentos, numa dinâmica exponencial que, provavelmente, nos levará ao conhecimento absoluto e, assim, ao status dos "Deuses" que estão por trás do nossa odisseia terrena.

Antonio Ferreira Rosa.

6 comentários:

Anônimo disse...

Olá, aqui é o Crente Anonimo,
Eu vou reformular a frase para que tu entenda como eu vejo o conhecimento.

O pecado escraviza o ser humano até confrontar o conhecimento( do que é pecado), a partir daí, mesmo que lentamente, esse conhecimento expulsa a ignorância gerando o saber; este promove a independência do pecado gerando a liberdade; e esta, ávida por avançar, volta a buscar novos conhecimentos (mais de Deus).

Então, se nós(eu e Deus) interpretamos essa logica correta, tu diz que o conhecimento liberta.
O verdadeiro conhecimento não vem dos homens, porque eles são temporais e materiais, o tempo passa e a matéria se modifica. Por Ele ser supremo, atemporal, e vivo conhecer verdadeiro, porque nunca muda.
Ele é vivo porque nunca morre e onde está nunca acabará. Esse conhecimento é dado pelo seu espirito não pela nossa logica. Afinal nossa logica está nesse mundo, nos nossos sentidos, na nossa carne.

Por isso, pela logica tu nunca vai conhecer a Deus, não como ele é, e sim a visão terrena dele, carnal. E a carne milita contra ele.

http://www.bibliaonline.com.br/nvi/gl/5/13-26

Somente pela revelação divina se conhece Deus, isso só acontece quando se rende a Ele e o busca, assim ele gera arrependimento, que é o conhecimento do pecado e o querer não pratica-lo mais.

Qualquer Duvida é só perguntar.

Antonio Ferreira Rosa disse...

Crente Anônimo,

A sua visão de evolução é a mesma de 500 anos atrás... Você disse:

""Somente pela revelação divina se conhece Deus, isso só acontece quando se rende a Ele e o busca, assim ele gera arrependimento, que é o conhecimento do pecado e o querer não praticá-lo mais.""

Posso lhe assegurar que essa visão de mundo, fundada no "pecado" ta muito ultrapassada. Também essa visão de que deus se mete na vida do ser humano é igualmente coisa do passado tribal da humanidade.

Saiba que o único Deus que pode fazer alguma coisa por você e por mim é o Deus que existe dentro de cada um de nós; só essa fagulha divina que existe dentro de cada ser humano pode fazer alguma coisa em benefício de si mesmo, individualmente, e, coletivamente por toda a raça humana....

Em outras palavras, a humanidade esta nesse planeta, e tem que dar seus pulos sozinha, através da ciência e do conhecimento; só estes dois elementos poderão nos conceder o STATUS de DEUS e nos levar até ele, e, isso estamos fazendo lentamente, passo a passo de geração a geração...

Esse é o grande propósito de Deus, não sabemos por que, obviamente, para a nossa odisséia terrena: chegar até achegar-se de volta até ele, pelas próprias pernas, isto é, pela própria (inteligência)... Desculpe-me, mas, essa é uma realidade que, um dia, todos vão concordar com ela querendo ou não querendo, as religiões e os religiosos...

Grande abraço...

Anônimo disse...

"Esse é o grande propósito de Deus, não sabemos por que, obviamente, para a nossa odisséia terrena: chegar até achegar-se de volta até ele, pelas próprias pernas, isto é, pela própria (inteligência)"

Então ele nos abandonou ou foi privado da nossa presença? pelo fato de não nos guiar ate ele.

Ele não deixou sinais nem nada além da nossa vontade de descobrir? E todas as pessoas que viram Deus? (com os olhos do intendimento) não teriam chegado até ele?

Me diz sobre jesus, ou se tu não acredita me fala sobre quem escreveu sobre ele, tirando o fato dos pecados e tal, porque se isso não é divino então é a melhor obra de ficção de seculos.

Gosto da sua opinião diferente sobre as coisas, espero continuar com essa discussão de modo centrado.
att
crente anonimo

Antonio Ferreira Rosa disse...

Crente anônimo, você disse sobre quatro pontos:

“”Então ele nos abandonou ou foi privado da nossa presença? Pelo fato de não nos guiar ate ele.””

“”Ele não deixou sinais nem nada além da nossa vontade de descobrir? E todas as pessoas que viram Deus? (com os olhos do entendimento) não teriam chegado até ele?””

“”Me diz sobre Jesus, ou se tu não acredita me fala sobre quem escreveu sobre ele, tirando o fato dos pecados e tal, porque se isso não é divino então é a melhor obra de ficção de séculos.””

“”Gosto da sua opinião diferente sobre as coisas, espero continuar com essa discussão de modo centrado””.

Sobre o primeiro ponto: não é que ele tenha nos abandonado, creio que seja apenas uma exigência do “projeto humanidade”; fazer-nos pensar que ele tenha nos abandonado ou mesmo que ele nem exista, como pensam todos ateus do mundo, afinal, se soubéssemos com certeza sobre existência, seria tudo diferente...

Sobre o segundo ponto: Sim, apenas deixou a nossa vontade de descobrir, através dessa enorme curiosidade pelo desconhecido que impulsiona nossa evolução desde que desenvolvemos a inteligência...
Quanto as pessoas que teria, visto Deus, digo, isto é furada, é coisa de Bíblia, o livro menos confiável do mundo, pelo simples motivo de que se Deus quisesse ser visto pela humanidade ; se quisesse falar à humanidade, o faria de forma indubitável; Deus é muito inteligente pra causar confusão para a humanidade, jamais se comunicaria de forma absolutamente confusa, dando margem a que, cada um interprete como quer; como esse livro de uma sociedade antiga e ignorante, chamado Bíblia, o faz, além de todos os demais absurdos contidos da primeira a última página...

Sobre o terceiro ponto: se Deus quisesse que nos, do terceiro milênio, acreditasse na estória de Jesus Cristo... Já disse, o faria de forma indubitável... Jesus foi homem como qualquer um de nos, no mais tudo é pura mitologia divulgada, fomentada e ampliada por interesses escusos dos poderosos de todos os tempos... Entre no Google e Leia sobre o “Concilio de Nicea” 325 dc, já naquela época se discutia a suposta divindade de Jesus... Você pode ter certeza que realmente a Estória de Jesus se escreve com “E”, e, não com “H”, é pura ficção...
Abraços!
Antonio Ferreira Rosa

Anônimo disse...

Nós dois acreditamos em Deus, um ser superior á nós, como posso te provar que ele é o Deus que escreveu a biblia?

Para mim a biblia não é um relato sobre Deus, é Deus se manifestando em mim, atravez do que Deus fez com outros que tambem creeram. O que quero dizer com isso é que Deus se manisfesta em nós atravez da biblia e não é a biblia que manisfesta Deus, e as pessoas a usam assim, como palavras e não como parte do espirito de Deus.
O Espirito gera transformação do ser para que ele possa conhecer a Deus, se tu não aceitar a soberania de Deus ele nunca se revelará para ti atravez da biblia e tu continuará tentando preecher o espaço Deus no teu ser.

Ela não foi feita para ser usada em partes. Conhecem só uma parte de um livro e acham que já entendem o Criador, isso é burrice, é como uma formula matematica em que se conhece so a expresão

5+2{...}=x.
Qual o valor de X?
Entre as chave pode ter muito mais variaveis que fazem parte de X.
Não sei se tu me entende?

E sobre Deus não conseguir ser indubitavel, é porque as nossas almas estão cheias do mundo e não dele.

"Pois a mensagem da cruz é loucura para os que estão perecendo, mas para nós, que estamos sendo salvos, é o poder de Deus."
1 Coríntios 1:18

Que Deus se mostre real a nós, amem

Antonio Ferreira Rosa disse...

Ânônimo.

Para crêr como você crê, temos que fechar os olhos da razão, da coerência e do conhecimento; e, abrir apenas os olhos da inocência, da fé e da ingenuidade.

Isto não é mais possível frente ao atual nível de informação e conhecimento que chegamos...

Abraço!