O FUTURO DA HUMANIDE - REFLEXÕES






segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

0027 - SE DEUS QUISESSE FALAR À HUMANIDADE...


Que me desculpem a bíblia e os religiosos, mas, se Deus quisesse mesmo falar à humanidade de forma diferente da que fala na manifestação do amor, na manifestação da caridade, da razão, da inteligência e da sabedoria, com certeza  escreveria,  em todos os idiomas, entre as estrelas ou, quem sabe, ao longo da Via Láctea, pra não deixar nenhuma dúvida!
                                                                                                                         Antonio Ferreira Rosa


                                                                                                                    

sábado, 25 de fevereiro de 2012

0026 - LIVRE ARBÍTRIO - ARGUMENTO INSUSTENTÁVEL!


A teologia judaico-cristã tenta eximir a Deus de responsabilidades sobre a “perdição” do ser humano para o inferno através do simples argumento do “LIVRE ARBÍTRIO”. Com este argumento tenta transferir para o homem a responsabilidade pela sua “perdição” isto é: “O homem perdeu a salvação por vontade própria, já que teve a opção de não fazê-lo, bastava obedecer a “ordem” dada por Deus lá no início de tudo”  
Vamos ilustrar, com uma pequena estória, quão absurda é esta argumentação: “Um pai muito cuidadoso com seus muitos filhos, um dia resolve dar a cada um dos filhos, ativos, inteligentes e curiosos, um presente desconhecido para eles e, nada convencional, um revólver cheio de balas.  E, diz para os filhos: vocês podem brincar com estes revólveres, porém, não aperte esta peça chamada gatilho e, apontando para o mesmo, afasta-se e fica a observar de certa distância”. Pergunta-se: conhecendo-se a natureza humana, quantos minutos levariam para que os primeiros tiros fossem disparados e as primeiras mortes acontecessem?

Esta estória pode ser comparada ao mito da ordem dada por Deus a Adão e Eva: “Não comam o fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal”. Ora, se nós que somos humanos e falíveis, jamais damos ordens desta natureza aos nossos filhos; Jamais colocamos nossos filhos em situação de risco eminente; jamais colocamos nossos filhos sobre a beira de um precipício pra dizer: “cuidado para não escorregar se não você pode cair e morrer”. Muito menos Deus, em sua infinita sabedoria, deixaria o ser humano numa situação de risco.

Vejam que, mesmo para nós pais humanos, estas atitudes são inconcebíveis quanto mais para o maior de todos os pais, DEUS.  Somente na remota existência da humanidade, na profunda ignorância e ingenuidade de nossa origem, pode-se admitir um pensamento tão absurdo. Entretanto, estórias como esta estão na Bíblia como se fossem “Palavra de Deus.” E, são nestes argumentos sem nenhuma sustentação coerente que milhões de pessoas, ainda hoje, se apóiam para afirmar que existe o inferno, e que muitos irão para esse lugar. E, o que é pior, para sempre, para toda a eternidade.
Ora, como um Deus tão poderoso, ainda, pode ser visto por grande parte da humanidade de hoje, como um ser capaz de permitir tal destino às obras de suas mãos? Tudo em nome de algo tão irrelevante chamado LIVRE ARBÍTRIO, chamado DESOBEDIÊNCIA?

Saibam estas pessoas, que a primeira coisa que vão fazer quando estiverem diante de Deus, possivelmente será, de cabeça baixa dizer: “Meu Deus, perdoe-me por ter pensado que o senhor fosse capaz de permitir algo tão mau quanto o inferno, para mim. Agora vejo que o reino do MAL nem se quer existe, somente este paraíso fantástico existe”. É claro que Deus não tem natureza humana para guardar ressentimentos, portanto, obviamente, não dará nenhuma importância à tão tola atitude do ser humano durante a vida terrena.
                                                                                                Antonio Ferreira Rosa

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

0025 - TRAIÇÃO OU SOLUÇÃO?


Milhões de casais continuam o relacionamento conjugal, vivendo sob o mesmo teto após o fim da paixão e do interesse sexual de um ou de outro, por muitos motivos: Filhos, idade avançada, comodismo financeiro, problemas de saúde, hormonais; entre os mais jovens , a falsa sensação de que o tempo não passa e que uma solução sempre virá, mais tarde.

Mas, enquanto restar a amizade e o amor, pelo menos, deixemos de lado a hipocrisia e o egoísmo! O que não nos serve mais, pode ser útil e agradável a outras pessoas, ou resolver o problema de quem está, ativo, ao seu lado.
Nestas circunstâncias, penso, uma escapadela aqui, outra acolá, não é TRAIÇÃO, é SOLUÇÃO!
Antonio Ferreira Rosa. 

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

0024 - CETICISMO TEM LIMITES!!


Crer que, com a morte do corpo tudo se acaba com certeza é tão absurdo e extremo quanto crer nos paradigmas e nos dogmas mitológicos das teologias de origem tribal (religiões) que a humanidade do terceiro milênio insiste em defender, fanaticamente, em plena era da internet, das viagens espaciais e de tantas outras conquistas tecnológicas do nosso tempo.
É mais coerente crer que um fenômeno que não tem explicação (a morte e o sofrimento dos seres humanos e dos animais) está por ser explicado e, justamente por isto, não pode ser encarado como o fim de tudo, mas, como um sério desafio à curiosidade, à inteligência e à saga evolutiva da humanidade, em sua odisséia terrena.  

                                                                   ANTONIO FERREIRA ROSA

0023 - ASSIM CAMINHA A HUMANIDADE.

Nós, humanidade, primitiva, seguimos inflexíveis nesta viagem evolutiva, sem volta, navegando através do obscurantismo das religiões e das dificuldades provenientes da ignorância de cada época, tomando como bússola a filosofia daqueles que tem privilégio do pensamento lógico, passageiros da ciência, rumo ao "conhecimento absoluto". Só assim, dominaremos o Tempo, o Espaço e a Matéria e chegaremos ao status dos "Deuses"; só assim, descobriremos a verdade oculta, por traz da nossa odisseia terrena.

                                                            Antonio Ferreira Rosa



                    

                                                                                                 

sábado, 4 de fevereiro de 2012

0022 - RELIGIÃO x ESPIRITUALIDADE.


"A religião não é apenas uma, são milhares .
A espiritualidade é apenas uma.
A religião é para os que dormem.
A espiritualidade é para os que estão despertos.
A religião é para aqueles que necessitam que alguém lhes diga o que fazer e querem ser guiados.
A espiritualidade é para os que prestam atenção à sua Voz Interior.
A religião tem um conjunto de regras dogmáticas.
A espiritualidade te convida a raciocinar sobre tudo, a questionar tudo.
A religião ameaça e amedronta.
A espiritualidade lhe dá Paz Interior.
A religião fala de pecado e de culpa.
A espiritualidade lhe diz: "aprenda com o erro"..
A religião reprime tudo, te faz falso.
A espiritualidade transcende tudo, te faz verdadeiro!
A religião não é Deus.
A espiritualidade é Tudo e, portanto é Deus."

Carlos Amaral