O FUTURO DA HUMANIDE - REFLEXÕES






quinta-feira, 27 de setembro de 2012

0074 - MAIS UMA DA BÍBLIA...


Há muito tempo cheguei  a seguinte conclusão:  Se admitirmos a natureza benigna de DEUS;  se admitirmos que ele é  bom e justo, essência máxima do bem,  temos que admitir que a Bíblia é mentirosa, falsa e caluniadora da pessoa de DEUS.                                                          
Não é possível acreditar na Bíblia porque ela afirma que DEUS é assassino de criancinhas de peito... Veja uma, entre dezenas de passagens, que Deus “manda” matar, na bíblia. (1Sm 15:3)
"Vai, pois, agora e fere os Amalequitas; e destrói totalmente a tudo o que tiver, e não lhe perdoes; porém matarás desde o homem até à mulher, desde os meninos, até aos de peito, desde os bois até às ovelhas, e desde os camelos até aos jumentos." (1Sm 15:3)

Verificando essa questão religiosa sob o prisma da antropologia das religiões e do desenvolvimento político da humanidade, observamos que era muito comum na antiguidade, há dois, três, quatro mil anos, as sociedades ser comandadas por líderes políticos e religiosos ao mesmo tempo (Sacerdotes). Acreditavam piamente, que tudo que lhes vinha à mente era “ordem de Deus”. Obviamente, neste “estado de direito”, quando lhes faltavam a convicção “espiritual”, usavam o argumento para legitimar suas atitudes políticas. Tenho a mais absoluta convicção que a Bíblia, em especial o texto acima, é, indubitavelmente, o mais puro resultado dessa prática.                               

Quem acredita que uma ordem dessa natureza possa ter vindo de Deus; quem defende a Bíblia dizendo absurdos do tipo “Deus dá a vida por isso tem o direito de tirar a vida...” ta tão equivocado quanto à própria bíblia. Não deveria ter medo do inferno nem do “diabo” (que, aliás, não existem) porque ele e esse “deus bíblico” não têm nenhuma diferença um do outro.

A prática de matar e colocar a culpa em DEUS ou dizer que foi ele quem mandou, é própria de povos covardes e sanguinários, desde o mais remoto passado da humanidade, na tentativa de legitimar suas atitudes hediondas.

Acho forçosamente razoável pensar que a bíblia e um grande equívoco, estupidamente aceito como verdade, por grande parte da humanidade do presente, do que admitir a malignidade da natureza divina; do que admitir que Deus tem  traços da natureza humana em sua personalidade Divina.
Assim tenho que dizer, o Deus verdadeiro, criador de nós e desse Universo fantástico que conhecemos, nós Livre do “deus bíblico”.

Honestamente não consigo entender a dificuldade de percepção dos crentes para uma realidade tão óbvia...

                                                            Antonio Ferreira Rosa.    

   

domingo, 23 de setembro de 2012

0073 - A EXPERIÊNCIA COM O MAL.


A experiência com o MAL em nossa vida terrena pode ocorrer de três formas: pela “OBSERVAÇÃO”, o contemplamos em nossos semelhantes, animais e natureza; pela “EXECUÇÃO”, o praticamos, contra tudo e contra todos, inclusive nos mesmos; pelo “SOFRIMENTO”, somos as vítimas.
Antonio Ferreira Rosa.

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

0072 - INVEJA


A inveja  é  um excremento fétido que alguns seres humanos expelem por todos os poros, enquanto se contorcem, incomodados com o bem estar alheio.
                                                          Antonio Ferreira Rosa.

sábado, 15 de setembro de 2012

0071 - AGIR ...


Mais vale a boa vontade de um idiota, em ação, que o conhecimento de um sábio, na inércia.
                                                                                            Antonio Ferreira Rosa