O FUTURO DA HUMANIDE - REFLEXÕES






sexta-feira, 18 de agosto de 2017

0159-PASSAGEIROS


Ninguém sabe de onde...
Nem as causas porque viemos ou 
o tempo que aqui passamos...
Viventes da vida que sempre queremos,
Sujeitos ao destino que nunca pensamos...
Pacientes do fim, que jamais planejamos...
Assim vamos vivendo a vida incerta;
Aspirando o bem que sempre queremos,
Ou sofrendo o mal que não escolhemos...
Assim, vamos sem pausa, ao rumo, sem norte,
Assim, vamos chegando à hora da morte...
A morte que cessa a vida, que para o corpo, o riso, e a mente,
Não pode ferir, não matar, a Alma da gente...


Antonio Ferreira Rosa.

Nenhum comentário: